NOTÍCIAS

30/06/2017

Aftosa: Brasil reforça vigilância na fronteira com a Colômbia

Diante do registro de casos de febre aftosa na Colômbia, o Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Mapa) intensificou a fiscalização em Roraima e no Amazonas, região próxima ao país, com o acionamento do sistema nacional de vigilância.

Os primeiros registros de febre aftosa na Colômbia foram comunicados à Organização de Saúde Animal (OIE) no último dia 24 de junho. Para preservar os animais brasileiros, a pasta tornou mais rígidas as inspeções de animais e produtos que circulam entre os dois países.

De acordo com o diretor do Departamento de Saúde Animal (DSA) da Secretaria de Defesa Agropecuária, Guilherme Marques, o objetivo é evitar que o vírus se alastre. “A situação representa baixíssima probabilidade de ameaça ao status sanitário brasileiro, porque o foco está localizado a aproximadamente 600 quilômetros da nossa fronteira e existe uma extensa barreira natural que nos protege.”

Fonte: Notícias Agrícolas