NOTÍCIAS

31/05/2017

Futuro do boi gordo cai 12% no ano, mas volume de contratos aumenta com cenário de incerteza

Com um mercado físico abalado, os contratos futuros do boi gordo na BM&F/Bovespa têm precificado este pessimismo, traçando um cenário obscuro para os próximos meses.

O contrato do boi para out/17 em São Paulo, que chegou a ser negociado a R$ 173,00/@, já registra queda de 12,28% desde o início do ano, atingindo na terça-feira (23/05/17) o valor de R$ 131,63/@, o menor já registrado.

Vários fatores permeiam esta desvalorização, dentre eles, os principais são: a demanda interna enfraquecida, a volta do Funrural (que já está descontado nestes preços) e o envolvimento de um grande player do mercado em escândalos junto à Justiça brasileira.

Destacando apenas o último fato, nota-se que desde a divulgação deste imbróglio (18/05/17), a média diária de contratos negociados para outubro/17 quadruplicou, e a cotação deste contrato caiu 3,12% (R$ - 4,28/@) em apenas seis dias. 

Fonte: Imea